Onde investir em 2014?

Por |2018-06-08T07:59:29+00:0012 de março de 2014|

Este artigo é oferecido pela Órama, que publicou um novo ebook sobre este tema. Faça o download gratuito do ebook Cenários e Investimentos para 2014 aqui.

Já estamos próximos ao fim do 1º trimestre de 2014 e muitos investidores têm me perguntado onde investir em 2014. A melhor resposta que posso dar a estas pessoas é a mesma que darei a você: ler o ebook gratuito Cenários e Investimentos para 2014, elaborado pelo economista Alvaro Bandeira e pela consultora de investimentos Sandra Blanco.

Este material traz cenários para a economia e os mercados globais para o ano de 2014, além das melhores indicações de investimentos.

Assita ao vídeo que explica porque vale a pena ler o ebook:

)

Antes de tomar a decisão sobre qual empresa, qual fundo ou qual título público investir, é extremamente importante entender o cenário econômico em que o mundo encontra-se atualmente.

Cenário Externo

Segundo o economista Alvaro Bandeira, é importante observar o desempenho de quatro economias para entender o cenário atual:

  • EUA
  • Alemanha
  • Japão
  • China

Juntos esses países representam uma significativa porcentagem do PIB mundial.

No ebook Cenários e Investimentos para 2014 você encontra uma análise detalhada sobre cada uma dessas economias.

Cenário Interno

Após passar por alguns momentos de grande euforia, a economia brasileira volta mais uma vez a patinar. Após crescer só 1% em 2012 e 2% em 2013, a expectativa para 2014 não é nada diferente.

onde investir em 2014

fonte: Cenários e Investimentos para 2014, Órama

Como podemos ver no gráfico, apesar de seguidas altas nas taxas de juros, a inflação segue acima do centro da meta estabelecida pelo próprio Banco Central. Além disso, o aumento dos juros faz com que a dívida pública também fique mais cara, aumentando o risco de crédito do governo brasileiro.

Entenda melhor o que esperar para a economia brasileira em 2014 com o ebook Cenários e Investimentos em 2014.

Após entender o cenário econômico, podemos começar a olhar para os diferentes tipos de investimentos:

Bolsa de Valores

Está marcado pela alta volatilidade, especialmente em momentos de mercado como este. É indicado para investidores que tem objetivos de longo prazo e aceitam ocasionais perdas.

Uma alternativa para investidores que não desejam dedicar tanto tempo acompanhando o mercado de ações, mas que também não querem abrir mão das oportunidades na bolsa de valores são os fundos de ações. Neste caso o que conta muito, além do momento de mercado, é a habilidade do gestor em montar estratégias vencedoras.

Renda Fixa

Nesta modalidade de investimento o investidor busca mais segurança.

No entanto, é muito importante observar que o movimento dos juros nos últimos meses têm sido de altas, o que torna títulos prefixados menos interessantes para os investidores.

Fundos Multimercados

A rentabilidade durante o ano anterior variou bastantes, já que o cenário foi muito incerto tanto para a bolsa, quanto para os juros e dólar.

Por outro lado, alguns gestores de recursos independentes conseguiram obter excelentes resultados devido a criação de estratégias eficientes para estes momentos.

Neste tipo de investimento, a experiência, histórico de rentabilidade consistente e qualificação do gestor são os principais fatores que pesam na hora de selecionar um fundo de investimento.

Fundos Imobiliários

Os fundos de investimento imobiliário já estiveram em foco durante muitos meses nos últimos anos, porém agora é um momento para se ter cautela.

O mercado imobiliário costuma ter um excelente desempenho em economias em crescimento, porém, como vimos, este não é o caso atual do Brasil. É importante avaliar cuidadosamente como o fundo está estruturado antes de investir, isso envolve os contratos de aluguel, qualidade do imóvel, fonte de renda, etc.

Devido ao grande número de elementos que devem ser considerados, selecionar em bons fundos imobiliários não é uma tarefa fácil.

Fundos Cambiais

O dólar se consagrou como o melhor investimento de 2013, já que devido às incertezas na economia e nos mercados, a valorização da moeda frente ao real superou os 20%.

No entanto, de acordo com a consultora de investimentos Sandra Blanco é preciso muita cautela:

“Rentabilidade passada não é garantia de ganho futuro”, aponta Blanco.

Poupança

Com o nível de juros atual, a poupança deve render aproximadamente 6,5% em 2014, o que é evidentemente muito pouco quando comparado a outros investimentos de características semelhantes, como as LCIs (letras de crédito imobiliário) e as LCAs (letras de crédito do agronegócio), que também são isentas de imposto de renda, de taxa de administração, são produtos conservadores e são garantidas pelo FGC em até R$ 250.000,00 por CPF e instituição emissora.

Confira algumas letras de crédito com rentabilidade de mais de 90% do CDI clicando aqui.

Ainda precisa de ajuda?

Resolver onde investir nunca foi uma tarefa fácil, mas as condições atuais deixam as coisas ainda mais complicadas. Nestas horas é muito importante poder contar com um especialista.

A boa notícia é que a consultora de investimentos Sandra Blanco é bastante acessível e você pode falar com ela através do canal Fale com a Sandra, no site da Órama. Clique aqui para enviar uma mensagem.

Veja também