7 Hábitos que Todo Investidor Deveria Ter

Eu e você conhecemos muitas pessoas que são investidores, mas você já parou para se perguntar quantas destas pessoas podemos realemente dizer que são bons investidores?

Tenho certeza de que para você ocorre o mesmo que para mim: consigo contar nos dedos quantos bons investidores conheço.

Não estou me referindo aos gestores profissionais, Warren Buffett e outros ícones do mercado, estou falando de pessoas comuns assim como nós, mas que conseguem realizar investimentos lucrativos, e na maioria das vezes, em paralelo ao trabalho e outras atividades profissionais.

Então resolvi entender o que todas estas pessoas têm em comum, e o que fazer para poder ter esta habilidade tão desejada. Pergunto: você sabe o que todas estas pessoas têm em comum?

A resposta: Bons Hábitos.

habitos que todo investidor
Hábitos que todo investidor deveria ter.

Isso mesmo, apesar de serem muito competentes no que fazem, nenhuma destas pessoas tem um dom ou talento nato que as diferenciam de mim ou de você. O que todos eles têm em comum, é somente a dedicação e comprometimento com aquilo que fazem.

Isso envolve principalmente organização e foco somente no que é necessário para não perder tempo. Porém nada disso é algo que você também possa incorporar em sua rotina. Pensando nisso, resolvi juntar 7 hábitos que todo investidor deveria ter.

Espero que te ajude tanto quanto tem me ajudadado!

1. Acompanhar de perto os investimentos

habitos bons investidores

Já reparou como é fácil comprar uma ação, entrar no fundo recomendado pelo gerente do banco ou até investir em ouro?

A coisa já fica bem diferente quando lembramos da nossa responsabilidade de acompanhar este investimento.. Ele está rendendo conforme o esperado? As outras opções de investimentos estão melhores ou piores??

Acompanhar investimentos demanda tempo e deve ser feito com frequência, mas nenhum dos bons investidores que conheço adota a prática de “colocar e esquecer do dinheiro“.

Então como eles conseguem encontrar tempo para ficar acompanhando tão de perto os próprios investimentos? A resposta é que eles contam com sistemas que realizam grande parte do trabalho operacional por eles.

Ter o desempenho de seus investimentos em um único lugar facilita muito a vida e permite que você gaste tempo somente no que é necessário.

Ferramentas como a Carteira do Bússola do Investidor permitem que você cadastre todas as suas operações na bolsa de valores e calculam automaticamente sua rentabilidade, lucro e até a diversificação dos seus investimentos.

Caso você já tente fazer um controla de seus investimentos com planilhas próprias, outra solução é automatiza-las com cotações em tempo real para Excel, por meio de um Link RTD.

 2. Estar sempre de olho nas notícias

Saber o que está acontecendo é muito importante, mas ao contrário do que muita gente pensa, dificilmente você ganhará muito dinheiro com isso, na prática sempre haverá algum que saberá antes de você.

Então porque devo acompanhar as notícias?

Este hábito é fundamental para evitar que você caia em micos. Ou seja, investir em algo que você acha que valha a pena, mas que todo mundo já está falando que não vai bem, ou ainda quando o cenário econômico brasileiro não está favorável.

Um exemplo foi o caso das companhias elétricas quando o governo decidiu reavaliar a tarifa dos contratos. Um investidor prudente ficaria longe destas companhias assim que começara as notícias com estas informações, ao contrário do que foi sugerido pelo gerente do banco de um amigo meu…

Veja o desempenho da ELET3 com a resolução do governo de reajustar a tarifa de energia (clique na imagem para ver o gráfico interativo):

gráfico ELET3

3. Saber o que acontece no Mercado

acompanhar noticiasA principal desculpa de quem que não têm este hábito é a falta de tempo.

Muitos investidores imaginam que para acompanhar a Bovespa devem estar o dia todo ligados em algum terminal de ações, ou que só um trader que se dedica exclusivamente a isso pode faze-lo.

Nada disso é verdade!

Existem inúmeras maneiras de estar por dentro dos movimentos da bolsa de valores sem gastar tempo para isso.

Um exemplo é uma extensão para Chrome gratuita e disponibilizada pelo Bússola do Investidor. Ela permite que você acompanhe as principais altas e baixas do Ibovespa ao longo do dia independente do site que está visitando.

Caso o seu navegador seja o Google Chrome, você pode instalar nossa extensão gratuitamente aqui.

4. Saber das novas ferramentas disponíveis

novas ferramentasTodos os meses são lançadas novidades para investidores.

Não necessariamente todas são boas o suficiente para valer a pena utilizar, porém existem muitas coisas interessantes.

Um exemplo disso é a crescente melhoria das ferramentas web (utilizadas diretamente no navegador de internet), que a cada dia estão oferecendo mais recursos que os programas instalados em seu computador (veja este outro artigo sobre dicas para escolher o melhor software de análise técnica).

Vale a pena estar sempre ligado nestas novas ferramentas que facilitam a vida, economizam seu tempo e muitas vezes têm o preço mais acessível.

A extensão para o Google Chrome no item anterior foi só um dos exemplos das novidades que podem te ajudar a acompanhar o mercado sem perda de tempo.

 5. Verificar se deve pagar o IR mensal

Muitos investidores ainda preferem correr o risco e ser pego pela Receita Federal do que apurar o imposto de renda em ações corretamente. Isso é um GRANDE erro..

A Receita Federal está cada vez melhor em encontrar estas pessoas, e o trabalho para colocar tudo em ordem depois será muito maior do que fazer tudo correto e dentro do prazo.

Já citei anteriormente os principais motivos para pagar o Imposto de Renda mensal corretamente, se você ainda não está convencido por que acha que isso dá muito trabalho, sugiro que conheça nossa Calculadora de Imposto de Renda, que apura todo o seu IR devido em  minutos e caso você deva pagar, já gera sua DARF pronta para pagamento.

Além de evitar multas, juros e perda de tempo com a Receita Federal, este hábito facilita sua declaração anual de imposto de renda, uma vez que você já terá todas as informações prontas para serem declaradas.

6. Sempre utilizar ordens de stop loss

hábitos de investidoresEscolher não utilizar uma ordem de stop loss é como andar de moto sem capacete: você só percebe o quanto foi importante depois que precisa dele.

Não há prejuízo nenhum em colocar uma ordem de stop loss em suas operações, porém podem evitar um prejuízo enorme.

Se você está se perguntando o que é uma ordem stop loss, é uma ordem que você dá a sua corretora para vender suas ações uma vez que o preço delas atinja um determinado valor. Caso as ações caiam 5% no dia, um investidor que tinha um ordem de stop loss em 2% de queda evitou de perder 3% de seu patrimônio.

Não demora nada colocar ordens deste tipo e você só vai pagar corretagem caso seja executado, portanto tenha sempre este hábito!

7. Monitorar as taxas das corretoras

Para investidores que fazem poucas operações por ano, o preço da corretagem não é o fator mais importante na escolha (veja como escolher uma corretora de valores), mas para investidores que realizam um  grande número de operações o total gasto em corretagem pode variar muito dependendo da escolha.

É muito comum que as corretoras alterem o valor das taxas de corretagem e custódia, de modo que a malhor opção de corretora para você no ano passado pode não ser mais este ano.

Ficar trocando de corretora toda hora também não e muito recomendado, porém nada impede que você tenha conta em mais de uma para poder aproveitar  os benefícios de cada uma delas.

Conclusão

Quando o assunto é investimento, mais do qualquer outra coisa, os hábitos coretos farão toda a diferença para separar investidores de bons investidores.

Disciplina e comprometimento são fundamentais e você pode ter certeza de que ninguém que investe com qualidade consegue sem estes dois requisitos.

Por outro lado, perceba também que isso não é nada do que você ou qualquer outra pessoa possa desenvolver, basta querer!

E você, acha que deixei de falar de algum hábito que te ajuda em seus investimentos?

 

Diego Wawrzeniak (@diegowrz) é autor do Guia do Imposto de Renda na Bolsa.
Trabalhou no mercado financeiro e é economista pela FGV. Além de finanças, também é apaixonado por empreendedorismo, inovação e conversar com outros investidores.

  • E além de tudo isso, se não for trader profissional, manter o emprego!

    • Muito bem observado Kleber!

      O contrário também é verdade: não tentar se manter no emprego sendo trader profissional! rs
      (a menos que você trabalha na mesa de operações de um banco). rs

      Abraços,

  • Pedro

    Já muito vinha garimpando essas informações, felizmente as encontrei, e gostei muito, da abragencia de conteúdo e da maneira como foi colocada, parabéns. Boa como sempre.

    • Obrigado Pedro!

      Fico muito feliz que tenha te ajudado.

      Grande abraço,

  • Vilmar – 9820

    Muito bom, gostei, belo artigo!
    Abraço

    • Oi Vilmar!

      Que prazer ter sua presença aqui no blog do Bússola!

      Fico feliz que tenha gostado do artigo, tenho acompanhado o Defenda Seu Dinheiro ( http://defendaseudinheiro.com.br/ ) e está cada vez melhor. Parabéns para você também!

      Grande abraço,

  • Arthur Laringler

    Boas dicas Diego! Muito bom como sempre!!

    Eu acrescentaria o hábito de nunca investir com base em boatos: “ouvi dizer que”, “um amigo do meu tio”, etc.
    Nunca conheci ninguém que seu deu bem fazendo isso e quem faz ainda está longe de ser um bom investidor.

    Continue com o bom trabalho!