De pai para filho: O método dos 4 potinhos e como ter controle financeiro

Você já ouviu falar sobre o método dos 4 potinhos? Assim que os pais aprendem sobre o método dos 4 potinhos e começam a coloca-lo em prática com seus filhos surge uma dúvida: Qual a melhor forma de controlar a graninha em cada potinho? Nossa sugestão é que você entre no site do Graninha Kids e baixe o ebook “Como dar mesada para o seu filho”. Assim que você terminar de ler o conteúdo podemos começar a falar sobre controle financeiro.

Controle Financeiro com Crianças

Como disse anteriormente, é necessário já ter lido nosso ebook e, preferencialmente, ter começado a colocar em prática o método dos 4 potinhos antes de dar continuidade a esse leitura.
Em resumo, a criança terá 4 potinhos para guardar sua graninha. Cada pote com sua destinação específica:

● Galinha dos Ovos de Ouro
● Carteira da Diversão
● Caixinha de Natal
● Doação

Utilizando o método dos 4 potinhos, a mesada é dada a cada semana. Ou seja, é uma ‘semanada’. Mas, caso você dê a mesada com outra frequência, também poderá utilizar nosso método de controle financeiro.

#1 – Importância do controle financeiro

O objetivo de utilizar o nosso método dos 4 potinhos não é juntar dinheiro. Hã? Como assim Fabiano? Pirou? Não, não pirei. O objetivo principal do nosso método é ensinar seu filho a lidar com o
dinheiro. Ou seja, o fato de juntar dinheiro é uma consequência da aplicação do método.Então, para ensinar é preciso dedicação. E será através do CONTROLE FINANCEIRO que você poderá:

● passar valiosas informações às crianças;
● tirar as dúvidas que surgirem no período;

● verificar como está o real entendimento do criança em relação ao método dos 4
potinhos;
● ensinar ou verificar como está nível de conhecimento aritmético do seu filho;
● a demonstrar para a criança a ‘mágica’ do crescimento da graninha dos
potinhos.

#2 – Local e Horário

Reserve um local e horário determinados para realizar o controle financeiro. Coloque em sua agenda e mantenha esse compromisso semanal. No meu caso faço todas as segundas à noite. Prefiro o final do dia porque tenho outro filho pequeno, o Pedrinho. Ele ainda não compreende tudo e acaba nos atrapalhando. O Pedrinho tem apenas três anos. Mas, há relatos de pais que aproveitam o momento do controle financeiro para que o filho mais velho ensine o método dos 4 potinhos ao mais novo. Eu realizo o controle às segundas-feira, pois como diz a música “dinheiro na mão é
vendaval”. Ou seja, se dou a graninha em uma sexta-feira, por exemplo, aumentam as fontes de gastos devido ao final de semana. Procure um local reservado e sem distrações. E, muito importante, faça com que esse momento seja prazeroso. Não seja imperativo. Ouça seu filho com atenção. Se for o caso mostre algum vídeo, leia o trecho de um livro, termine com um lanche gostoso…. Lembre-se que seu filho ainda é uma criança.

#3 – Entrega da Mesada e Controle Financeiro

Aproveitamos o momento da entrega semanal da graninha para realizar o controle financeiro. Testamos algumas outras maneiras, mas o que realmente funcionou foi entregar a graninha e fazer o controle de quanto tem em cada potinho toda semana. Tentamos criar um dia do mês só para isso, mas não foi muito eficaz. Já temos os encontros semanais para dar a graninha, então criar mais um dia para realizar o controle financeiro não foi muito bom. Apesar de ser um curto período de tempo para nós adultos, para as crianças não é. Uma semana para eles às vezes é uma eternidade.

#4 – Controle financeiro em conjunto

Nem pense em deixar o controle financeiro por conta do seu filho! Se para alguns adultos já é complicado, imagine para as crianças. Como dito anteriormente esse momento é primordial e deve ser feito com o adulto e o filho. Sem exceção!!! Uma tática que sugerimos é alternar entre o pai e a mãe. Ou seja, essa semana o pai faz o controle e na próxima é vez da mãe. E depois um encontro com o pai e mãe juntos com os filhos, se possível. E assim sucessivamente.

#5 – Controle financeiro na prática

Tá bom, sei que você já entendeu e está se perguntando: o que devemos controlar? Nossa premissa é sermos o mais simples possível. Logo, não iremos controlar o tipode despesa, categoria de gastos, o que a criança comprou, em qual loja,…Não! Nossa meta é controlar quanto tem em cada potinho. Então, se tudo ocorrer dentro da normalidade o que deve acontecer é:

1. Atualizar o valor do potinho da Galinha dos Ovos de Ouro com o valor da
semana.
2. Acrescentar ao potinho da Doação o valor da semana e diminuir caso ouve
alguma doação. O mesmo com a Caixinha de Natal.
3. No caso da Carteira da Diversão a gente só anota o valor atual do saldo mais o valor a acrescentar da semana. Não fique questionando com o quê e como foi gasto essa graninha. A Carteira da Diversão existe para isso pois já é complicado para o seu filho ver os outros potinhos com dinheiro e não poder gastar. Se além disso, a gente ficar dando sermão em relação ao gasto com a Carteira da Diversão, é muito provável que o método não seja tão eficaz.


Mas na prática não é bem assim. Você sabe que uma graninha de um potinho pode não estar mais lá. Então, no início devemos contar o valor de cada potinho, depois
acrescer o valor da mesada do dia. Aí entra o trabalho do responsável: verificar se os valores estão condizentes com o
que deveria e, caso tenha alguma divergência, realizar a análise:

Não houve doação e não era época de realizar uma compra com a Caixinha de Natal. Opa, temos um problema. Converse com seu filho, com calma. Encontre o motivo do desvio. Mostre que não é assim que deve ser gasto o dinheiro do potinho com o desvio. Converse, converse, converse. Para isso que estamos utilizando o método: para ensinar!

Um grande abraço,
Fabiano Hilário