Como Fazer um Planejamento Financeiro a Longo Prazo

Com um novo ano se iniciando, todos nós começamos a pensar em metas e objetivos a serem alcançados. Por isso, hoje vamos te ensinar como fazer um planejamento financeiro a longo prazo.

Assim, você não fica para trás e começa 2018 com as finanças organizadas. Abaixo você encontra dicas preciosas para a realização de um plano financeiro eficaz e duradouro, além de uma planilha para download gratuito.

Antes de tudo, você precisa saber e entender o planejamento financeiro pessoal. Ele permite a otimização dos recursos para o alcance dos objetivos de curto, médio e longo prazo; ele te deixa apto a aproveitar as oportunidades e contornar eventuais dificuldades.

Isso quer dizer que o objetivo de um plano financeiro é que você entenda sua capacidade de poupança ao longo do tempo. Se estes recursos estiverem bem aplicados, esse conhecimento proporcionará o alcance de suas metas.

Para isso, estabeleci algumas etapas a serem seguidas ao longo dessa caminhada.

#1 Determinar os objetivos, necessidades e prioridades pessoais financeiras

É de extrema importância que você saiba o que pretende conseguir para os próximos anos. Escreva metas que você realmente deseja alcançar — no curto, médio e longo prazo.

#2 Análise e avaliação das condições financeiras

É importante também entender até que ponto seus objetivos, suas necessidades e suas prioridades podem ser alcançadas com os seus recursos.

Agora que você já sabe o que vai buscar, precisa entender se possui capacidade financeira para isso. É aí que entra o orçamento.

Nesta etapa você irá colocar na planilha financeira (link abaixo) toda a sua vida financeira. Neste orçamento você irá definir as suas necessidades e prioridades dentro da renda disponível, entendendo sempre seus hábitos de consumo.

Acesso à planilha para planejamento financeiro a longo prazo (gratuita).

Outro ponto importante é definir e entender seus ganhos, gastos e poder de poupança. Por exemplo, se João recebe R$ 1.000,00 e poupa R$ 150,00, seu poder de poupança é de 15%.

Cabe destacar que esses valores deverão ser revistos todo ano; isso porque existem inflação e mudanças de necessidades. Essa prática vai dar mais confiabilidade ao seu planejamento e vai implantar uma cultura de controle em sua vida.

como fazer um planejamento financeiro a longo prazo

#3 Desenvolvimento do Plano (definir estratégia investimentos)

Neste momento, você já conhece seus gastos e pode criar uma reserva no final do mês.

Lembre-se que esse processo de entender qual o seu poder de poupança não é rápido; ele requer disciplina. Sugiro que você preencha a planilha por 3 meses consecutivos. E também aplique em poupança toda a reserva conseguida.

Não se assuste! Falei poupança mesmo. Você poupa para em seguida investir. Ou seja, você otimiza toda a reserva conseguida nos últimos 3 meses e assim em diante.

Após esse processo de formação de reserva de recursos, você irá pensar em como fazer seu dinheiro trabalhar para você de forma eficiente. Para isso, você precisa conhecer o seu perfil de investidor. Assim, você investe sua reserva objetivando atender suas necessidades.

#4 Execução planejamento financeiro

Essa fase é simplesmente a execução de todo plano traçado.

Através da manutenção do orçamento, você irá aplicar seu recurso mensal em uma carteira de investimentos que irá proporcionar sua otimização, bem como o alcance de seus objetivos.

Conclusão

Um planejamento financeiro tem seus princípios fundamentados em 4 pilares. Racionalizar, orçar, reservar recursos e otimizar.

Todo o esforço na realização de um orçamento serve para propiciar ao investidor a realização de seus sonhos pessoais e a conquista da sua independência financeira. Isso lembrando-se sempre da racionalização de gastos, poupança e otimização dos investimentos.

Não deixe de fazer o download gratuito da planilha para planejamento financeiro a longo prazo. No link você encontra também um vídeo explicando como utilizar sua planilha.

Ana Paula Baptista Caldeira é Sócia responsável pela área de Wealth Management da Fiere Investimentos. Anteriormente atuou como gerente da área Private do Banco Itaú.

Desenvolveu carreira corporativa ao longo de 10 anos em instituições financeiras nacionais e internacionais, atuando nas áreas de crédito, corporate banking, asset managemenet e varejo.

Ana Paula é Mestre em administração de empresas pela Faculdade de Economia e Finanças Ibmec-RJ, Pós-graduada em finanças pela Faculdade de Economia e Finanças Ibmec-Belo Horizonte e Graduada em Administração de empresas pelo Centro Universitário UNA. Atua como professora de avaliação de investimentos e planejamento financeiro pessoal para FGV e gestão de patrimônio e finanças pessoais para a PUC MINAS.