Entenda Sobre a Vantagem Tributária da Previdência Privada

Um investimento que te dá vantagem no Imposto de Renda

 

No mês de Abril muitos se preocupam com sua declaração anual de Imposto de Renda. E é neste momento que as pessoas acabam se dando conta de que deixam muito do que ganham com a receita. O que poucos sabem é que existe uma modalidade de investimento que permite diminuir o imposto pago: a previdência privada PGBL. Veja só como funciona:

Tabela do Imposto de Renda:

Se você ganha acima de R$ 55.976,16 por ano (o equivalente a 12 x 4.664,68) será tributado em 27,5% em parte de seus rendimentos. Até então não há novidade e o programa da Receita Federal (aquele que você usa para fazer sua declaração) já faz a conta para você.

O que não te contam é que existe uma modalidade de investimento, a previdência privada do tipo PGBL (não confundir com VGBL) que permite você economizar neste imposto, pois permite deduzir o valor investido de sua renda bruta anual (limitado a 12%) na hora de calcular seu imposto.

Então, uma pessoa que ganhe R$ 100.000 / ano (ou cerca de R$ 8.333 / mês) paga R$26.630,64 de Imposto de Renda.

Esta mesma pessoa pode investir até R$ 12.000 / ano em um plano de previdência do tipo PGBL e com isto sua base de cálculo para o Imposto de Renda cai para R$ 88.000 (100mil – 12mil investidos) totalizando em R$ 23.330,64 de Imposto de Renda, ou seja: uma economia de R$3.300(fonte: Calculadora de Imposto de Receita Federal )

Isto significa que o Investidor investe R$ 12.000 e ainda ganha um desconto de R$ 3.300 em sua declaração de Imposto de Renda. Parece um bom negócio, não?

Em que o investidor deve ficar atento:

Primeiramente o imposto na previdência (e na maior parte dos investimentos) será cobrado no momento do resgate. No caso da previdência este imposto poderá variar entre 35% e 10%, de acordo com o prazo que o dinheiro ficar investido. Há também a opção da previdência ser considerada uma renda no momento do resgate, e ser tributado como na tabela acima. Então é importante que o investidor faça suas contas e decida qual o melhor tipo de tributação para ele.

O investidor também deve descobrir se este benefício é aplicável para ele. Para isto é necessário que ele contribua para a Previdência Social, faça a declaração completa do Imposto de Renda e alguns outros detalhes. Um bom parceiro de previdência poderá ajudar o investidor a saber se é o caso para ele. Neste post estamos indicando a Bradesco Seguros: Simule o plano ideal em bradescoseguros.com.br ou vá até uma agência Bradesco.