Como declarar perdas em renda variável no IR?

Você está pronto para a Declaração Anual do IR? Além de apresentar os dados relativos a sua receita, lembre-se que, caso seja um investidor em renda variável, também precisa declarar valores nesse âmbito. E quando se fala em declaração de imposto de renda na Bolsa, há algumas regras específicas que incluem geração de DARF, declaração de lucros e também das perdas.  Mas você sabe como ficam as perdas no Demonstrativo de Renda Variável – Operações Comuns/Day-trade?

Acompanhe o post e entenda como declarar perdas com renda variável no IR.

Como funciona a declaração de perdas no IR? Por que devo fazê-la?

Digamos que você fez três compras nos meses de abril, maio e junho e em todos esses meses o seu resultado obtido com perda de ações foi de perda. No mês de julho você compra ações e enfim consegue um ganho líquido.

Nesse cenário o ganho líquido apurado vai ser diminuído das perdas acumuladas de meses anteriores, com isso teremos uma parte do cálculo do Imposto de Renda a ser recolhido.

Há a compensação de perdas passadas em ganhos futuros, desde que seja a mesma operação da origem, uma perda pode ser compensada sobre um ganho apenas uma vez.

Por onde começar?

O investidor precisa ter cuidado com a informação pois pode gerar problemas com o fisco. Nesse sentido, é essencial verificar a base de cálculo do imposto de renda, para não haver recolhimento de um valor menor pois isto gera multas.

Aos fazer os cálculos necessários, tenha atenção à ficha de declaração “Rendimentos Isentos e não Tributáveis“ na parte referente aos ganhos líquidos em operações no mercado à vista de ações, ganho líquido em operações com ouro e ativo financeiro e a recuperação de prejuízos em renda variável. Já nos “Rendimentos sujeitos a tributação” veja com o trecho sobre os ganhos líquidos em renda variável. Certamente, o investidor precisa de atenção em todo o preenchimento, porém essas questões são mais críticas pois são alvos de cruzamento da Receita Federal.

Posso calcular as perdas de forma manual?

A melhor recomendação é utilizar um sistema para o Cálculo do Imposto de Renda na Bolsa, já que isso gera várias tarefas. Com um programa de Cálculo do Imposto de Renda, você pode, de forma fácil e online:

  • gerenciar os impostos sobre as operações em qualquer papel;
  • monitorar o valor de mercado de seus investimentos;
  • visualizar ganhos e perdas em um resumo mensal com custos e lucros nas operações;
  • cálculo do imposto mensal com geração de DARF;
  • verificar abatimentos e compensações possíveis no IR;
  • evitar o risco de pagar a mais ao declarar o Imposto de Renda;
  • ter acesso a relatórios avançados, inclusive o Relatório Auxiliar da Declaração Anual de IR.

Fica fácil entender porque o cálculo manual pode não ser produtivo e nem exato. Prefira sistemas que façam isso por você.

Devo contratar um contador?

A legislação tributária brasileira é complexa e se essa não é a sua expertise existem duas saídas: estudar muito bem contabilidade ou delegar a tarefa a um contador de confiança. Isso é importante porque as perdas têm como intuito serem abatidas dos ganhos futuros. Portanto, erros nesses momentos fazem com que oportunidades acabem virando prejuízos. qual É a sua maior dúvida sobre Imposto de Renda na Bolsa?

Comente e não deixe de testar gratuitamente a Calculadora de IR do portal Bússola do Investidor clicando aqui.

 

Empreendedor, diretor da MG Soluções contábeis, consultor tributário com experiência nos seguintes players: Walmart, Lojas Americanas, Neoenergia, Petrobras, Águas do Brasil entre outras

  • Paulo

    Boa Noite!

    Em 09/2015 tive um prejuízo, onde tive que vender minhas ações, sendo que nos demais mês subsequentes não realizei compras e vendas que poderia gerar lucro e realizar os devidos abatimentos. Ao realizar o preenchimento do imposto de renda 2015/2016 eu tenho que preencher o campo do mês de setembro /2015 com o valor do prejuízo ocorrido na parte de renda variável e lançando um sinal negativo (-) no campo para que ele transporte para os demais mês ou tenho que lançar no mês de dezembro/2015?
    Att, Paulo